Como montar o cubo mágico




Conhecendo o cubo

Quando você manuseia o cubo, você gira suas CAMADAS, porém, o objetivo é tornar suas FACES homogêneas. São 26 pequenos cubos externos, e um cubo "invisível" em seu interior que, na verdade, é o mecanismo que permite que os cubos externos se movam. São 8 cubos de canto, com 3 cores, 12 cubos de borda, com 2 cores e 6 cubos centrais com apenas uma cor.

Os cubos centrais são fixos entre si, de forma que, se você possuir o Cubo Mágico original, o cubo central azul será sempre oposto ao verde, o amarelo ao branco e o vermelho ao laranja. A cor do cubo central determina a cor de sua face.

Durante este método de resolução serão utilizados os termos exemplificados na imagem abaixo para identificar as faces e as camadas do cubo, sempre tomando como referência o cubo na posição ilustrada.




Normalmente é relativamente fácil posicionar os cubos de borda da face superior.

Você precisará de 2 ou 3 movimentos.

O meio mais fácil é primeiramente colocar o cubo de borda na camada inferior abaixo do seu lugar, girando a camada do meio e a camada oposta a qual o cubo deve ficar. Depois mover o cubo de borda para a camada superior, e voltar as camadas que você moveu. Posicione novamente a camada superior, pois provavelmente ela girou.



Você deverá usar a seqüência TROCADORA DE BORDAS ou a TROCADORA DE BORDAS COM INVERSÃO.

Considere um cubo na camada do meio. As cores dos dois cubos centrais adjacentes determinam as cores do cubo de borda. Os cubos pertencentes à camada mediana devem estar na própria camada do meio ou na inferior.

Se você pretende também inverter a orientação do cubo, use a seqüência TROCADORA DE BORDAS COM INVERSÃO.








Orientações


2.1. Se o cubo de borda da camada mediana já estiver em seu lugar, porém, com orientação errada, mova-o para a camada inferior depois retorne-o ao seu lugar com a orientação correta utilizando as seqüências trocadoras de borda adequadas.


2.2. No caso de o cubo de borda estar a um passo de sua posição correta, na camada do meio, use uma vez a seqüência TROCADORA DE BORDAS, ou a seqüência TROCADORA DE BORDAS COM INVERSÃO, de acordo com a orientação desejada.





Para completar este passo, use uma das duas seqüências TROCADORAS DE BORDA. Não se esqueça de que você deve posicionar os quatro cubos de borda inferiores trabalhando apenas na camada inferior.

Primeiramente verifique se pode posicionar um ou mais cubos apenas girando a camada inferior.


Orientações


3.1. O cubo de borda que você deseja posicionar está numa posição próxima. Use uma vez a seqüência TROCADORA DE BORDA adequada lembrando sempre de segurar o cubo como indicado nos procedimentos da seqüência.

3.2. Se o cubo estiver na posição oposta à correta, utilize duas vezes a seqüência TROCADORA DE BORDA adequada.

Se você seguiu corretamente os procedimentos anteriores, seu cubo deve possuir uma cruz em cada uma de suas faces. Isso não impede que alguns cubos de canto já estejam em seus lugares e com orientação correta das cores.


4º Passo


Posicionar os cubos de canto sem se preocupar com sua orientação.

A seqüência TROCADORA DE CANTOS o ajudará nessa tarefa.




A cada seqüência, reposicione o cubo mágico de movo que a face que contém os cubos a serem trocados esteja voltada para cima.

Chegado neste ponto, seu cubo deve estar com os oito cubos de canto em seus devidos lugares, estando alguns já com a orientação correta das cores e outros ainda errados.


5º Passo


Corrigir as cores dos cubos de canto.

Use a seqüência GIRADORA DE CANTOS PARA DIREITA ou a GIRADORA DE CANTOS PARA ESQUERDA.

A seqüência giradora de cantos para direita rotaciona, no lugar, um cubo de canto, em sentido horário, e força o próximo cubo a girar no sentido anti-horário. A seqüência giradora de cantos para esquerda faz o oposto.

Observe que executando uma das seqüências em dobro, equivale a executar a outra seqüência. Isso permite que você decore apenas quatro seqüências em vez de cinco.





Agora você deve avançar passo a passo, corrigindo os cubos de canto. Escolha aleatoriamente ou comece após um cubo já com orientação correta.


Orientações


5.1. Se apenas um dos cubos rotacionados for corrigido, aplique a seqüência GIRADORA DE CANTOS correta no cubo que permaneceu errado.

5.2. Se dois cubos opostos estiverem mal orientados, porém os outros cubos dessa camada estiverem corretos, use a seqüência GIRADORA DE CANTOS correta em um cubo errado e um certo. Isso fará com que fiquem os dois cubos com orientação errada próximos. Use de novo uma das seqüência para corrigi-los.

Se restarem apenas dois cubos próximos errados, eles devem se corrigir com apenas uma seqüência giradora de cantos. Feito isso seu cubo mágico estará solucionado!